17/06/2022 às 13h07min - Atualizada em 17/06/2022 às 17h11min

Dura realidade: Mais de 2 mil pacientes aguardam para fazer cirurgia no HGP

Cerca de 200 pessoas precisam de um procedimento no coração. Alguns são considerados de urgência, mas ainda assim não têm data de quando serão realizados.

- Correio do Tocantins
Mais de 2 mil pessoas seguem aguardando para fazer cirurgia no Hospital Geral de Palmas (HGP). Cerca de 200 destes pacientes precisam de um procedimento no coração. Alguns são considerados de urgência, mas ainda assim não têm data de quando serão realizados.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) afirmou, em nota, que realizou mais de 4 mil cirurgias eletivas em todo o estado e está trabalhando para agilizar os procedimentos.

A Marineide Batista é de Porto Nacional e ficou um mês no HGP, acompanhando o marido que precisava de uma ponte de safena no coração. "O quadro dele é muito grave. Quando foi feito o exame mostrou que o coração dele está funcionando 28%", disse a esposa.

A cirurgia foi remarcada três vezes e só foi realizada nesta quinta-feira (16), depois que a reportagem de uma equipe de TV esteve no local. O caso dele foi resolvido, mas o marido da Marineide não é o único a sofrer na lista de espera.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, cerca de 2.300 pessoas esperam para fazer cirurgias no HGP, sendo 179 pacientes que sofrem do coração. A Defensoria Pública tem ação tramitando na Justiça para que o governo acelere estes procedimentos.

"Estamos acompanhando de perto o desenvolvimento do plano de ação por parte do Estado do Tocantins", explicou o defensor Freddy Alejandro.


Ainda conforme a Defensoria, o estado já firmou compromisso judicial para resolver esse problema. Uma das alternativas é a contratação do setor privado para fazer as cirurgias.

O que diz a Secretaria de Estado da Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) informa que o paciente, mencionado por este veículo, realizou o procedimento cirúrgico, na quinta-feira (16), após a pasta providenciar em caráter de urgência a contratação da cirurgia na rede privada.
A SES-TO destaca que, por causa da demora, a empresa responsável pela manutenção do aparelho, no Hospital Geral de Palmas, foi notificada nos termos da Lei 8.666/93.

A SES-TO enfatiza que nos primeiros seis meses de 2022 já foram realizadas mais de 4 mil cirurgias eletivas em todo o Estado, destas 1.084 foram no Hospital Geral de Palmas (HGP). Do total geral realizado no Estado, 76 procedimentos foram cardíacos.

A Secretaria tem trabalhado para agilizar os procedimentos eletivos represados devido à pandemia pela Covid-19. Para isso, a Pasta apresentou em maio de 2022, aos órgãos de controle e aprovou neste mês, em junto ao Conselho Estadual de Saúde (CES-TO) e à Comissão Intergestores Bipartite (CIB), o projeto para o credenciamento de instituições privadas que realização cirurgias eletivas de média e alta complexidade da área de ortopedia e cardiologia.

Serão contemplados no referido projeto, os pacientes em fila no Sistema de Gerenciamento de Lista de Espera (SIGLE) da Central Estadual de Regulação (CER). A previsão é que sejam feitas 993 cirurgias ortopédicas e 211 cardíacas, nos próximos meses, atendendo principalmente as pessoas que estão a mais tempo esperando.

* Com informações do G1 Tocantins

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://correiodotocantins.com.br/.
Correio do Tocantins Publicidade 1200x90
event.preventDefault(); }); document.body.oncontextmenu = function(e){ if(window.event) { return (event.returnValue = false) } else { e.preventDefault() } }; window.onmousedown = function(){ if(window.event){ if(event.button == 2 || event.button == 3){ return (event.returnValue = false) } } } } } bloqtx.init();
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp